Janela Literária

Resenhas e novidades sobre o universo dos livros.

5 livros que eu já deveria ter lido

Como que tá a lista de não lidos por aí? Por aqui ela só cresce, principalmente por que insisto em adquirir novos livros antes de ler os que já tenho na estante. É que é tão bom comprar um livrinho novo né... Mas acumular tanta coisa na meta de leitura não dá! Por isso vim aqui compartilhar com vocês 5 livros que eu já deveria ter lido, mas que acabo sempre enrolando e passando outro na frente. Quem sabe depois desse post eu crio vergonha na cara e leio logo esses! 


1. Americanah - Chimamanda Ngozi Adichie 


Esse tá na minha lista desde que ouvi falar da Chimamanda, e chegou na minha estante há mais de um ano. Tenho me interessado bastante por literatura nigeriana nos últimos anos e a Chimamanda é uma das grandes expoentes do país, mesmo tendo vivido parte de sua vida nos EUA, e ela fala sobre isso nesta obra, que tem algumas características autobiográficas. 


SINOPSE: Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria enfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra. Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência.

2. Viva o povo brasileiro - João Ubaldo Ribeiro


Mesmo tendo sido um grande autor brasileiro, eu só vim saber mais sobre o João Ubaldo após o seu falecimento, em 2014. Lembro de anos depois ter lido uma matéria sobre essa obra dele em alguma revista e foi aí que adicionei o título à minha lista. Também já estou com ele na estante há mais de um ano e de 2022 essa leitura não passa! 


SINOPSE: Consagrado pela crítica e pelos leitores e considerado um dos mais importantes romances da literatura nacional, o livro se volta às origens do Recôncavo Baiano para recriar quase quatro séculos da história do país por meio da saga de múltiplos personagens. Viva o povo brasileiro se desenvolve em grande parte no século XIX, mas também viaja a 1647 e avança até 1977. Nele, realidade e ficção se misturam para criar um épico brasileiro com passagens heróicas e cômicas, tendo como pano de fundo momentos decisivos para a história do país, como a Revolta de Canudos e a Guerra do Paraguai.

3. Grande Sertão: Veredas - João Guimarães Rosa


Esse aqui acho que tá na minha lista desde que nasci, hehehe Grande clássico da literatura brasileira, Grande Sertão: Veredas figura em muitas listas de "leituras obrigatórias", e é uma referência muito forte no cenário da literatura brasileira. Quando a Companhia das Letras lançou essa edição que tenho eu decidi que era a hora de ler essa obra, mas mesmo já tendo ele na estante há algum tempo, sigo procrastinando. Isso precisa mudar! 


SINOPSE (não oficial - guia do estudante): “Grande Sertão: Veredas” é uma narrativa do pós-modernismo brasileiro (geração de 45). Consiste em um longo diálogo/monólogo em que o protagonista, Riobaldo, velho jagunço que trocara a vida da  jagunçagem pela tranquilidade da fazenda, narra a sua vida a um jovem doutor que chegou a suas terras.  

4. Vá, coloque um vigia - Harper Lee


Este livro eu quero muito ler por ser a continuação de um dos meus favoritos da vida, que é O sol é para todos. Esses foram os únicos dois livros escritos pela Harper Lee, que foi vencedora do Pulitzer e é reconhecida como uma das maiores autoras americanas contemporâneas. Apesar de ter lido alguns comentários negativos sobre essa continuação, escrita 55 anos depois do primeiro livro e considerada por muitos como desnecessária, continuo muito curiosa pra ler essa obra e espero fazer isso em breve. 


SINOPSE: Em Vá, coloque um vigia, a heroína inesquecível de O sol é para todos, Jean Louise Finch, mais conhecida como Scout, está de volta à sua pequena cidade natal, Maycomb, no Alabama, para visitar o pai, Atticus. A história se passa em meados dos anos 1950, no começo dos debates sobre segregação, quando os Estados Unidos estão divididos em torno de questões raciais.Confrontada com a comunidade que a criou, mas da qual estava afastada desde sua mudança para Nova York, Jean Louise passa a ver sua família e seus amigos sob nova perspectiva – e se espanta com verdades perturbadoras. Vá, coloque um vigia registra uma jovem mulher em uma dolorosa e necessária transição das ilusões da infância até a idade adulta.

5. Os sofrimentos do jovem Werther - Goethe


Dessa lista esse é provavelmente o livro que está há mais tempo esperando na estante pela sua vez de ser lido. Sinceramente eu nem sei por que ainda não li (talvez a culpa seja da temática pesada da obra), e várias vezes até cogitei começar, mas não fiz isso. Só sei que quero muito ler ainda, pois tenho muita curiosidade sobre o seu conteúdo e sobre o trabalho do Goethe, autor que já estudei a respeito mas nunca li nenhum de seus trabalhos. Vamo ver se mudo essa situação ainda esse ano! 


SINOPSE: Werther não é, simplesmente, um romance em cartas assim como Nova Heloísa de Rousseau ou Pamela de Richardson. Esta que é uma das mais célebres obras de Goethe é o romance de uma alma, uma história interior. Dilacerante, arrebatada é a história de uma paixão literalmente devastadora. Com enorme repercussão quando do seu lançamento, Werther foi um testemunho de como a literatura tinha poder de agir na sociedade. Não foram poucos os suicídios atribuídos ao romance.

É isso galera! Me conta nos comentários qual livro está esperando há mais tempo na sua estante para ser lido, vou adorar saber 🤍

1 Comentários

  1. Nossa, tenho muitos livros da prataleira aguardando o toque dos meus dedos, hehe, mas principalmente posso citar: O Silmarillion do Tolkien, A Cor que Caiu do céu e O Silêncio dos Inocentes

    ResponderExcluir

Postar um comentário