Janela Literária

Resenhas e novidades sobre o universo dos livros.

Tudo pode ser roubado (Giovana Madalosso)

Este livro tem algo único. Talvez eu me sinta assim por não ter me dedicado o suficiente a ler literatura brasileira nos últimos meses, mas tem algo nesse livro que me fez pensar "caramba, essa brasileira sabe escrever bem". O jeito como a Giovana Madalosso contou essa história me encantou muito, mesmo quando o enredo não me agradava em alguns aspectos. Após este seu romance de estréia, ela com certeza se consagrou como uma autora que devemos ficar de olho.

capa tudo pode ser roubado

SINOPSE

Uma garçonete em um conhecido restaurante na região da Avenida Paulista cuja única ambição é comprar um apartamento costuma aproveitar encontros fortuitos nas casas de homens e mulheres aleatórios para roubar roupas de grife e objetos de valor. Até que um desconhecido a aborda no restaurante lhe oferecendo uma bolada para roubar um livro: a primeira edição de O GUARANI, de 1857, arrematada em leilão por um professor universitário que se recusa a vendê-la. A partir daí, a protagonista mergulha cada vez mais em um estranho submundo que mistura um milionário excêntrico, drogas, sexo, Bar Mitzvahs de luxo e, por baixo de tudo isso, um profundo vazio.

livro tudo pode ser roubado[

Escrito em primeira pessoa, este livro tem como protagonista uma garçonete que não chega a ser nomeada. Ela vive uma vida que por muitos poderia ser considerada medíocre: um emprego mediano, um apartamento chinfrim alugado, nenhum relacionamento sério a espreita. Porém, na verdade, a vida desta mulher é repleta de adrenalina; ela é uma ladra, que seduz seus clientes para roubar roupas, jóias ou qualquer outra coisa que possa ser trocada por dinheiro num brechó.
Quem assistiu a série Killing Eve provavelmente vai enxergar algumas semelhanças entre Eve e a narradora deste livro. Ela tem um quê de sociopata, demonstrando não ter sentimentos ou nada que lhe traga muito prazer. Porém, muito disso se explica pelo vazio que ela enxerga na cidade de São Paulo, nas angústias contemporâneas de uma metrópole apodrecida. Mas a cidade vez ou outra revela seus encantos, nas madrugadas ou em seus bares e restaurantes rabugentos.
Essa era a São Paulo de que eu gostava, a São Paulo depois do expediente, quando as pessoas afrouxavam a gravata e deixavam entrever, como flores sinistras rebentando pelo corpo, as marcas de viver numa cidade tão obcecada com a produtividade. Porque, no final, a verdade sobre uma cidade é esta: o que sobra de cada um depois que as luzes dos escritórios se apagam." p. 30
As coisas se agitam quando Biel, personagem central dessa trama, propõe à protagonista (que ele passa a chamar de "rabudinha"), um trabalho capaz de resolver financeiramente a sua vida: 50 mil reais em troca do roubo de uma cópia rara de O Guarani. O roubo foi encomendado por um rico colecionador, e a obra encontra-se sob a posse de um professor de literatura de uma faculdade particular.  Após muito considerar, a garçonete topa e começa então a traçar seu plano.

LEIA TAMBÉM: Dias de Abandono (Elena Ferrante)

tudo pode ser roubado

Na rede de contatos da protagonista temos ainda a dona do brechó onde ela faz suas vendas: Tiana, uma mulher trans que entende tudo sobre modas, tecidos e valores. É interessante como o livro introduz a temática da transsexualidade na história e a discute através de Tiana, que enfrenta maus bocados no decorrer do livro.
A Tiana disse que nessa hora teve uma sensação estranha, de ser uma farsa, como um homem que se veste de mulher no Carnaval ou como uma mulher que carrega um corpo que não é o seu. E não é isso que você é?, perguntei. Uma mulher carregando um corpo que não é o teu? Claro que não. Eu sou tudo isso que eu sou, que não é homem, nem mulher, talvez nem trans, porque às vezes também não me sinto trans. Aí você tá complicando, falei. E ela me disse que os outros é que complicam. Que não entende a obsessão das pessoas com gênero, uma necessidade de viver enquadrando os outros numa categoria, como se a sexualidade e suas derivações fossem a coisa mais importante que existe, quando na verdade são apenas uma pequena parcela do que somos, a nossa tão vasta existência precisando passar por um buraco de agulha." p. 115
Em suas 189 páginas, o romance discute ainda temáticas como o consumo de drogas, a educação privada e a efemeridade da vida. Há ainda um forte apelo sexual, principalmente quando se tem em vista o plano de sedução bolado pela protagonista para fisgar Cícero, o professor em posse do almejado exemplar de O Guarani. Este personagem, que é parte essencial da história, não me agradou muito. Na verdade ele não chega a agradar muito a protagonista também, pelo menos não logo de inicio. Mas aí, pra não entregar tanto da história, te convido a ler e tomar as suas próprias conclusões.


autora tudo pode ser roubado

Já elogiei lá no começo a escrita da autora Giovana Madalosso, mas tenho algumas considerações a fazer. O seu estilo de narração, com os diálogos embutidos no texto e o jeito despojado de contar os fatos me agradou bastante. Entretanto, o tom formal encontrado na fala de alguns personagens me incomodou. Me pegava pensando "sério que alguém falaria assim numa conversa normal?". Não sou de gostar de floreios, o que é algo bem pessoal, então esse ponto me deixou um pouco decepcionada. 


tudo pode ser roubado

O trabalho gráfico dessa edição da Editora Todavia está impecável, com ilustrações de capa e verso da Camila Fudissaku. Recomendo muito o livro para quem está buscando ler mais literatura brasileira contemporânea, e pra quem curte uma narrativa fluída e instigante. Mal posso esperar para ver mais produções da autora!


ISBN: 978-85-93828-46-1
Editora: Todavia
Nota: 4/5 ⭐

Cópia recebida em parceria com o Clube de Assinatura Pacote de Textos
Assine o pacote com 10% de desconto usando o cupom 'MALU10'

30 Comentários

  1. adorei a edição, a capa e realmente trata de assuntos bem significativos

    ResponderExcluir
  2. É ótimo poder conhecer trabalho de autoras brasileiras, o livro é bastante fluído, o livro tem uma história que vai agradar muito, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou cada vez mais curtindo me aventurar pela literatura do nosso país!

      Excluir
  3. Essa sinopse me prendeu, é muito bom saber conhecer autoras brasileiras, pois é muito dificil de se achar! Com certeza quero lê esse livro. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade acho que nem é tão difícil. O problema é que não chegam nas grandes listas de best-sellers! Mas se olharmos além, tem muita coisa boa por aí produzida aqui mesmo.

      Excluir
  4. Fiquei super curiosa com esse livro. Capa legal e sinopse deu vontade de ler. Vou procurar bjo

    ResponderExcluir
  5. Achei o seu resumo e a história bem interessantes. Com certeza é o tipo de livro que gosto de ler. Obrigada pela dica! bjs

    ResponderExcluir
  6. Só de ler a sinopse eu já me empolguei com o livro, eu sempre busco ler mais literatura brasileira e essa sem dúvidas já está na minha lista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que massa! Se ler, volta pra me contar o que achou <3

      Excluir
  7. O livro é bonito e a história parece ser bem interessante! Eu também acho muito estranho quando as falas dos personagens estão formais kk me identifiquei com você ! Sweet Magic ~ visite ♡ Kissus!

    ResponderExcluir
  8. Amei a ilustração no final. A história é bem moderna, coisa que gosto muito por sinal ❤ Espero um dia ter a oportunidade de ler ❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O trabalho de ilustração ficou mesmo muito lindo <3 Também espero que você leia no futuro!

      Excluir
  9. Me apaixonei pelo livro assim que li sua resenha. Só posso dizer uma coisa: "Já vou providenciar a compra dele". Amo ler e estou precisando atualizar minha estante.
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não sabe o quanto fiquei feliz com esse comentário <3 Garanto que essa compra vai valer a pena! Depois em conta o que achou da leitura <3

      Excluir
  10. Uau!!! Quero muito ler esse livro... é dificil achar livros bons desse gênero, brasileiros... Adoro livros psicológicos... e este me pareceu ótimo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se eu diria que este é um livro "psicológico", mas é com certeza um bom livro brasileiro. Espero que tenha a chance de ler no futuro!

      Excluir
  11. Oi, tudo bem? Achei o enredo bem interessante. Ainda mais pelos temas que aborda como consumo de drogas. Faz tempo que não leio nada do gênero. Gostei muito da edição, um trabalho incrível da editora. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Erika! Fico feliz que tenha se interessado pelo livro. Abraços!

      Excluir
  12. Resenha muito bem escrita. Achei a história muito interessante. Quando as histórias se passam no Brasil fica mais fácil a gente imaginar as cenas mais aproximadas da realidade.
    Não sei em quais trechos as falas foram bem formais, mas sabe que convivo com pessoas que falam muito formalmente? Mesmo sendo amigos bem próximos meus, em que não há formalidades na amizade, mesmo assim o vocabulário deles é rebuscado. Haha... No início achava engraçado, mas me acostumei. Ou seja: existem pessoas que falam assim no dia a dia mesmo.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, talvez eu tenha sentido essa diferença por não ter pessoas no meu convívio que falam assim, hehe

      Excluir
  13. Meninaaaaa, já quero ler esse livro! Vou colocar o link nos favoritos, com certeza irei ler e depois venho aqui falar o que achei.

    ResponderExcluir
  14. Eu já me interessei só pelo fato de a protagonista ir na casa dos outros pra roubar hahaha. Não sei porque, mas adoro esse tipo de história, onde os personagens são meio inescrupulosos. Com certeza vou deixar o nome guardadinho aqui comigo pra lembrar de ler depois :) adorei sua resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também curto personagens assim, hehe Espero que tenha a chance de ler o livro em breve!

      Excluir
  15. Resenha super bem feita, atiçou minha curiosidade. Vou ler com certeza👏🏼👏🏼♥️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que bom que gostou <3 Se ficou curiosa quer dizer que meu objetivo foi alcançado, hehe

      Excluir

Postar um comentário