Janela Literária

Resenhas e novidades sobre o universo dos livros.

Resenha: Coração em Terapia (Karinne Amorim)

Karenina é uma jovem adulta que descobre na terapia um lugar seguro para trabalhar seus problemas (alguém aí se identifica?), e no livro Coração em Terapia acompanhamos as diversas fases deste processo. Narrado por ela em primeira pessoa de uma maneira bastante intimista, a obra remete a um diário que posteriormente descobrimos ser um livro sendo escrito pela própria protagonista. 

livro coracao em terapia

SINOPSE


Os conflitos internos chegam a um ponto em que Nina, uma menina mulher percebe que não está feliz e que algo precisa mudar. Ao tentar mudar isso sozinha, acaba não tendo forças e busca auxílio na terapia para se fortalecer emocionalmente. Nina conta sobre os seus relacionamentos inusitados com muita leveza e uma pitada de humor em tudo que dá errado. Assim junto com sua terapeuta Olivia acaba se conhecendo mais e percebendo velhos padrões, inseguranças e medos que levou para os seus relacionamentos afetivos e os tornou repetitivos. A quebra dos padrões e um novo começo com muitas mudanças ao longo do enredo com diversos sentimentos intensos como alegria, insegurança, culpa, solidão. Nina e Olivia vão trabalhando cada um desses sentimentos criando assim uma amizade e parceria. Os novos relacionamentos de Nina, às vezes platônico, mas que ela acredita estar vivendo são cenários. Muitas vezes se coloca em situações que ela mesma cria, para depois conseguir ser salva.Ao longo do livro, se pode acompanhar o crescimento emocional de Nina, como cada experiência impactou na reconstrução, na busca da sua essência, a importância da família em sua vida. Nina descobre a força que tem depois de sair do fundo do poço, que ela mesma se colou, que é forte o suficiente para começar outra vez.


capa coracao em terapia

Os dilemas de Nina envolvem sua vida amorosa, profissional e outros relacionamentos afetivos. Vemos ela ter que lidar com o fim de um casamento, com as tentativas de estabelecer novos relacionamentos e também com a rejeição por parte de alguém amado.
É irônico que a maneira que alguma pessoa nos vê é tão melhor do que realmente somos. Às vezes é tão bom nos ver através dos olhos dos outros, tipo assim... eu gostaria de ser quem ele pensa que eu sou." p. 39

A narrativa envolve não apenas as sessões de terapia de Nina, mas também as suas novas aventuras e vivências com seus amigos e familiares. Há uma mistura entre trechos em que ela escreve para o seu livro e outros em que ela se dirige diretamente para um leitor específico, que é um mistério para nós no começo mas logo logo descobrimos de quem se trata.

A ambientação da obra foi uma escolha interessante da autora: ela resolveu criar um país fictício para servir de morada para seus personagens. Há algumas semelhanças culturais com o Brasil, mas o ar das cidades que ela criou é diferente e encantador. Também gostei bastante dos personagens coadjuvantes que vão surgindo na história, aos quais Karenina vai atribuindo pseudônimos de uma maneira bem divertida, hehe 

autora karinne amorim

A abordagem da terapia na obra demonstra que a prática pode ser algo rotineiro, que faz parte do dia a dia da pessoa e auxilia nos problemas pessoais, nos relacionamentos e nos dilemas da vida que sempre acabam aparecendo. É muito interessante ler como a relação de Nina e sua terapeuta Olívia vai se fortalecendo na medida em que ela compartilha mais seus sentimentos e se abre para novas perspectivas.

Desvendar o novo é se conhecer cada dia mais." p. 61

Gostei muito da escrita da Karinne Amorim, que narra tudo isso de maneira divertida e em alguns trechos, poética. Achei os sentimentos expostos ali muito verdadeiros, e senti que a obra me fez refletir sobre meus relacionamentos também. 

dedicatoria autora karinne

COMPRE AQUI ESTE LIVRO

ISBN: 978-85-9530-211-2

Editora: Letramento

*Este é um conteúdo patrocinado. Entretanto, as opiniões aqui escritas são verdadeiras, assim como em todas as resenhas e posts publicados no Janela Literária*

1 Comentários

  1. Malu, menina, que dica incrível! Absolutamente amei a premissa do livro, que interessante abordar os dois lados da terapia, né? A gente sempre fala sobre como isso é importante e quase nunca pensa no que a pessoa que tá do outro lado vive... Claro que ninguém tem nada a ver com a vida das profissionais que contrata, mas não dá pra esquecer que são pessoas, com suas questões e tudo mais, né?

    Me deu super vontade de ler...

    ResponderExcluir

Postar um comentário