Janela Literária

Resenhas e novidades sobre o universo dos livros.

Resenha: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes (Suzanne Collins)

Quando o novo livro envolvendo a saga Jogos Vorazes foi anunciado eu fiquei animada de imediato, na expectativa do que a Suzanne Collins poderia estar preparando. Eu admiro bastante o trabalho da autora, e sou grata por ter sido através de seus livros que eu conheci distopias e comecei a me interessar por obras do gênero. Depois de ler Jogos Vorazes busquei a leitura de grandes clássicos como 1984 e Admirável Mundo Novo, e apesar de enxergar bem mais complexidade e reflexões nestas obras, a história de Katniss sempre terá um lugar especial no meu coração como a minha primeira distopia.

Meses se passaram até eu finalmente iniciar a leitura de A cantiga dos pássaros e das serpentes (que título longo, gente!), mas eu consegui me poupar de ler resenhas e críticas até lá. Só sabia mesmo que o livro traria a história do jovem Coriolanus Snow, que mais tarde veio a se tornar o tirano presidente de Panem. Eu não sabia muito bem o que esperar dele, afinal o seu passado não é tão mencionado na trilogia, então o que viesse era lucro. 

a cantiga dos passaros e das serpentes

SINOPSE

É a manhã do dia da colheita que iniciará a décima edição dos Jogos Vorazes. Na Capital, o jovem de dezoito anos Coriolanus Snow se prepara para sua oportunidade de glória como um mentor dos Jogos. A outrora importante casa Snow passa por tempos difíceis e o destino dela depende da pequena chance de Coriolanus ser capaz de encantar, enganar e manipular seus colegas estudantes para conseguir mentorar o tributo vencedor. A sorte não está a favor dele. A ele foi dada a tarefa humilhante de mentorar a garota tributo do Distrito 12, o pior dos piores. Os destinos dos dois estão agora interligados – toda escolha que Coriolanus fizer pode significar sucesso ou fracasso, triunfo ou ruína. Na arena, a batalha será mortal. Fora da arena, Coriolanus começa a se apegar a já condenada garota tributo... e deverá pesar a necessidade de seguir as regras e o desejo de sobreviver custe o que custar.


livro a cantiga dos passaros e das serpentes

Considerando o caráter de Snow, muita coisa era dedutível; nascido na capital, ele era descendente de uma família tradicional e de renome. Porém, foi surpreendente ver que ele passou por maus bocados, já que com a guerra ele e sua família perderam quase tudo e precisaram se esforçar muito para tentar manter as aparências enquanto suas barrigas roncavam de fome. 
A Panem daquela época era bem diferente daquela presente no tempo de Katniss, e os jogos vorazes ainda não eram o centro dos interesses da nação. Muita gente nem ligava para assisti-los, os tributos não recebiam nenhum tipo de tratamento especial ao chegar na Capital e muito menos tinham algum tipo de preparação. Mas a décima edição dos jogos viria a ser transformadora em todos os sentidos.
- Aqui diz "Não alimentar os animais".
- Mas eles não são animais - disse Sejanus - São jovens, como você e eu." p. 76 

Este livro é marcado não só pela trajetória de Snow, mas também de alguns de seus colegas de escola, como Sejanus, e participantes dos jogos, como Lucy Gray. Eles são os grandes destaques da narrativa, que é feita em terceira pessoa e diz muito sobre quem Snow viria a se tornar. É fácil se questionar se esse ou aquele acontecimento seria o responsável pela construção de sua personalidade, pelos seus traços malignos. Mas ao mesmo tempo que perguntas surgem, também é possível sentir uma certa compreensão a respeito dele. Não é como se suas atitudes fossem justificáveis, mas após conhecer sua história fica mais fácil entender como ele se tornou quem se tornou.

paginas a cantiga dos passaros e das serpentes

Outro ponto chave da obra é a forma como ela mostra a idealização dos jogos. Neste aspecto se destaca a dra. Gaul, personagem sádica que está de frente de muitas das decisões sobre o evento. Ela se torna bem próxima de Snow e é uma das responsáveis por muitos questionamentos que surgem em sua mente, não só a respeito dos jogos mas sobre a sociedade como um todo. Digamos que ela faz as perguntas certas para fazer com que as pessoas tomem os caminhos mais obscuros. 

Que tipo de acordo é necessário se queremos viver em paz? Que tipo de contrato social é exigido para sobrevivência?" p. 273

Falar sobre livros de uma série é sempre difícil quando não se quer dar spoilers. Mas o que posso adiantar é que esta obra carrega em suas 571 páginas muito mais do que um relato sobre o passado de um personagem. Há nela respostas sobre dúvidas que nós leitores da saga tínhamos, além de novidades sobre pontos que haviam apenas sido pincelados nos livros anteriores. Há também muitas reviravoltas, momentos de tensão e até uma pitada de romance, daquele jeito sutil que só a Suzanne Collins sabe escrever.

O que aconteceu na arena? Aquilo é a humanidade despida. Os tributos. E você também: Como a civilização desaparece rapidamente. Todas as suas boas maneiras, a educação, a formação da família, tudo de que você se orgulha, arrancado num piscar de olhos, revelando o que você realmente é." p. 271

Mas nem tudo são flores... Durante a leitura, principalmente da metade para o final, senti que algumas pontas ficaram soltas. Além disso, muitos pontos poderiam ter sido melhor trabalhados, enquanto outros momentos que se alongaram poderiam ter sido suprimidos. Sou uma leitora que não gosta quando um ponto se encerra abruptamente, sem dar explicações. Gosto de saber os pormenores, de ver a repercussão da coisa. A obra como um todo ainda entrega um bom resultado, mas poderia sim ter sido melhor. 

lombada a cantiga dos passaros e das serpentes

Se eu recomendo essa leitura para quem já é fã da saga Jogos Vorazes? Claro! Foi ótimo revisitar este universo distópico, descobrir mais sobre Panem e me deliciar com a escrita gostosa da Collins. Mas se você não gostou tanto assim da trilogia original, pode achar que a obra é só mais do mesmo. Se esse for o seu caso, acho que é melhor deixar passar essa leitura. Quem sabe ela não vira uma adaptação cinematográfica para entregar as novidades que trouxe para o grande público? (aparentemente ela já está confirmada!) Eu particularmente iria adorar 💛

COMPRE AQUI ESTE LIVRO

ISBN: 978-65-5667-000-3

Editora: Rocco

Nota: 4/5⭐

2 Comentários

  1. O nome do livro é longo mas eu acho muito maneiro xP
    Acho muito interessante obras que construem um personagem, quando ele faz isso bem, não costumo curtir retcom xP.
    E Snow apesar de me parecer um vilão bem padrãozão eu curti muito ele no filme(não sei como é ele no livro, hue), talvez pelo ator.
    Enfim, espero assistir a adaptação pros cinemas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acabei gostando do título <3 O ator que interpreta o Snow é muito bom mesmo, quero ver quem escolheriam para fazer a versão jovem dele!

      Excluir

Postar um comentário